Roteiro Virtual
Seja um colaborador Seja um patrocinador Fale conosco
Inserir anúncio GRÁTIS no Roteiro Virtual Minha conta
INÍCIO QUEM SOMOS
  
 
Destinos > MA >
São Luíz
 
Roteiro Virtual - O seu roteiro completo   Nos principais destinos de São Luís - MA
São Luís, capital do Estado do Maranhão possui uma diversidade cultural rica em tradições populares que se manifestam através das danças, artes e gastronomia. A natureza fez do Maranhão um excelente destino para o turismo de aventura.
São Luís - MA
 
 Descubra
 - Principal
 - A História
 - Pontos Turísticos
 - Clima
 - Comidas Típicas
 - Como chegar
 - Cultura
 - Lendas
 - Origem do Nome
 - Parque Estadual
 - Passeios Turísticos
 - Pontos Turísticos
 - Praias
 - Guia Comercial
 - Galeria de Fotos
 Participe
 - Dê as suas dicas!
 - Tem fotos de lá? Envie!
 
 
 
 
O que ver e fazer
em São Luís
Fotos (06)
de São Luís
Já esteve lá?
Envie suas dicas
 
Lendas da cidade de São Luís - MA
 

O Palácio das Lágrimas

No prédio que hoje é sede da Faculdade de Odontologia, há muitos anos, morava um homem de grandes posses e sem número de escravos.

Um deles apaixonou-se loucamente por uma também escrava, muito linda, que lhe recusou o amor. Inconformado, encheu-se de ciúmes o amante preterido e planejou vingar-se, pondo veneno na comida dos dois filhos do patrão e escondendo os restos da peçonha nos guardados da escrava.

Debalde protestou inocência a pobre acusada e foi como era costume, condenada à foca. Desesperada, em pranto copioso, pedia a mulher à compaixão do céu e praguejava de que as suas lágrimas, vertidas nos degraus da escadaria, quando era arrastada para a morte, nunca haveriam de secar até que se encontrasse o culpado verdadeiro. Assim se viu: por mais que se tentasse enxugar a escada, sempre os degraus se mantinham molhados e mesmos de lhe pondo novas lajes também elas nunca estavam enxutas. Por fim, o criminoso confessou o crime, mas o sobrado permaneceu mal assombrado, perdendo o juízo o último dono, até que o prédio foi, afinal, demolido.

Mãe da Lua

Imaeró, índia moça, mas muito magra e feia, certa vez encontrou-se com um príncipe que se perdera no caminho. Na noite escura, Mãe da Lua oferece-se para guiar o transviado sob a promessa de que se casaria com ela. Mas, nesse momento, um raio de luar revelou ao rapaz a face verdadeira da donzela e o príncipe, espavorido, fugiu, deixando-a sozinha.

A noiva, desesperada, pediu asas a uma feiticeira que passava, para ir atrás do namorado. Virou ave e por isso é que amargurada, sempre que a lua surge no céu, solta seu grito histérico de protesto, pelo namorado que perdeu.

Cobra grande ou Boiúna

Diz à lenda que uma índia engravidou da Cobra Grande e teve duas crianças, uma menina que se chamou de Maria e um menino chamado de Honorato. Para que ninguém soubesse da gravidez, a mãe tentou matar os recém nascidos jogando-os no rio. Mas eles não morreram e nas águas foram se criando como cobras.

Porém, eram totalmente diferentes. Maria era má, fazia de tudo para prejudicar os pescadores e ribeirinhos. Afundava barcos e fazia com que seus tripulantes morressem afogados. Enquanto seu irmão, Honorato, era meigo e bondoso. Isso só fazia com que se odiassem mais ainda. Até que um dia os irmãos travaram uma briga decisiva onde Maria morreu tendo antes cegado o irmão. Assim Honorato resolveu pedir para ser transformado em humano novamente. Para isso, precisava que alguém tivesse a coragem de derramar “leite de peito” em sua enorme boca em uma noite de luar. Depois de jogar o leite a pessoa teria que provocar um sangramento na enorme cabeça de Honorato para que a transformação tivesse fim.

Foram muitas as tentativas, mas ninguém conseguia ter tanta coragem. Até que um soldado de Cametá, município do interior do Pára conseguiu ter tanta coragem para fazer a simpatia. Em agradecimento, Honorato virou soldado também.

Milagre de Guaxenduba

Conta-se que no principal combate entre portugueses e franceses, no dia 19 de abril de 1614, no forte de Santa Maria de Guaxenduba, quando os portugueses estavam por ser derrotados por sua inferioridade de homens, armas e munições, surgiu entre eles uma formosa mulher envolta em auréola resplandecente.

Ao contato de suas mãos milagrosas, a areia era transformada em pólvora e os seixos em projeteis, fazendo com que os portugueses se revigorassem moralmente e derrotassem os franceses. Em memória deste feito, foi a virgem considerada a padroeira de cidade, sob a invocação de Nossa Senhora da Vitória.

Lenda de Icó

No ano de 1970, na cidade de Icatu/MA, os jesuítas tinham tesouros de valores inestimáveis em forma de moedas, ouro e outros metais. E ao perceberem que seriam expulsos do Maranhão, resolveram enterrar nas terras de Icó, próximo ao sobrado de 16 cômodos que eles ocupavam, na certeza de um dia ao regressar pudessem usufruir destas riquezas. Contam os mais antigos, que no lugar que o tesouro foi enterrado, os jesuítas marcaram como o plantio de nove palmeiras de buriti em forma retangular junto a um poço. Com o passar dos anos, a história se espalhou e muitos aventureiros buscavam encontrar esse tesouro, enfiando compridas varas no poço de onde saia um som, como se tocasse numa caixa de metal.

Em uma destas incursões às terras de Iço, certo morador arregimentou um grupo de homens para escavar a área. Nestas, os trabalhadores só encontraram ossos e muitas visões do além, saindo em disparada e não retornando mais, ficando somente o senhor que os contrataram. Depois de algum tempo, essa pessoa apareceu na cidade, louca e pregando o arrependimento, além de fazer e pagar promessas no local.

 
<< Voltar
 
Apoie o Turismo no Brasil...
Antes de viajar ao exterior, conheça todas as belezas do Brasil. Nosso país é rico em cultura, diversidade, natureza e alegria.
- Roteiro Virtual: www.roteirovirtual.com.br
 
 
FOTOS (06)
Fotos de quem esteve lá
 
Galeria de Fotos da cidade de São Luís - MA
 
Veja mais fotos da cidade de São Luís - MA Veja mais fotos

 

 
 
Principal - Sobre o Portal - Seja um Colaborador - Nossa filosofia - Termo de uso - Privacidade - Política de Qualidade - Fale Conosco - Anuncie
© 2010 - 2014 Roteiro Virtual - Todos os direitos reservados